Tudo sobre a nova etiqueta energética da União Europeia

As novas etiquetas energéticas serão utilizadas na Europa a partir de 1 de março de 2021.

Todas as informações sobre as datas em que entrarão em vigor, que aparelhos devem obrigatoriamente ter a etiqueta energética, que informações básicas contêm estas novas etiquetas energéticas e como lê-las e interpretá-las.

Provavelmente estás familiarizado com as etiquetas energéticas coloridas exibidas na tua última compra na MediaMarkt. Há mais de vinte anos que estas etiquetas mostram os dados mais importantes dos teus eletrodomésticos, sendo que isso permitiu o desenvolvimento da tecnologia e o surgimento de aparelhos cada vez mais eficientes.

Como os aparelhos se tornaram cada vez mais eficientes em termos de energia e respeitam um padrão muito mais alto do que aquele que a Classe A cobria, o conceito atual tornou-se menos transparente para todas as partes interessadas. As diferenças entre A+ e A+++ são, por vezes, muito pequenas, pelo que a UE decidiu voltar à escala anterior com uma nova etiqueta.

Os que agora conhecemos como A+++, A++, A+, A, B, C e D passarão a partir de março de 2021 novamente a ser de A a G, onde A se aplicará a aparelhos muito eficientes, ainda não disponíveis. Os aparelhos B e C identificam os mais eficientes atualmente.

Provavelmente estás familiarizado com as etiquetas energéticas coloridas exibidas na tua última compra na MediaMarkt. Há mais de vinte anos que estas etiquetas mostram os dados mais importantes dos teus eletrodomésticos, sendo que isso permitiu o desenvolvimento da tecnologia e o surgimento de aparelhos cada vez mais eficientes.

Como os aparelhos se tornaram cada vez mais eficientes em termos de energia e respeitam um padrão muito mais alto do que aquele que a Classe A cobria, o conceito atual tornou-se menos transparente para todas as partes interessadas. As diferenças entre A+ e A+++ são, por vezes, muito pequenas, pelo que a UE decidiu voltar à escala anterior com uma nova etiqueta.

Os que agora conhecemos como A+++, A++, A+, A, B, C e D passarão a partir de março de 2021 novamente a ser de A a G, onde A se aplicará a aparelhos muito eficientes, ainda não disponíveis. Os aparelhos B e C identificam os mais eficientes atualmente.

O que acontecerá quando a etiqueta atual mudar em Março de 2021?      

Só encontrarás as novas etiquetas na tua loja MediaMarkt e em mediamarkt.pt a partir de 1 de março de 2021. Durante algum tempo, as novas etiquetas coexistirão com as antigas, para que tenhas uma ideia mais clara de como as classes mudaram. Além disso, existe uma base de dados de informações da EU, EPREL, onde poderás aceder a novas classificações e informações adicionais não promocionais para a maioria dos aparelhos disponíveis atualmente, com previsão para 1 de março de 2021.

Os fabricantes já podem incluir a nova etiqueta energética no produto, mas os retalhistas não podem exibir a nova etiqueta energética antes de 1 de março de 2021. Como cliente, portanto, podes encontrar a etiqueta energética antiga e a nova durante este período de transição.

O que acontecerá quando a etiqueta atual mudar em Março de 2021?      

Só encontrarás as novas etiquetas na tua loja MediaMarkt e em mediamarkt.pt a partir de 1 de março de 2021. Durante algum tempo, as novas etiquetas coexistirão com as antigas, para que tenhas uma ideia mais clara de como as classes mudaram. Além disso, existe uma base de dados de informações da EU, EPREL, onde poderás aceder a novas classificações e informações adicionais não promocionais para a maioria dos aparelhos disponíveis atualmente, com previsão para 1 de março de 2021.

Os fabricantes já podem incluir a nova etiqueta energética no produto, mas os retalhistas não podem exibir a nova etiqueta energética antes de 1 de março de 2021. Como cliente, portanto, podes encontrar a etiqueta energética antiga e a nova durante este período de transição.

A etiqueta energética da UE agora e no futuro

Esta é a etiqueta energética até Março de 2021

Nas etiquetas atuais, além da classe de eficiência energética de A+++ a D, dependendo da classe do aparelho, encontras informações adicionais sobre o consumo de energia, o consumo de água, o ruído ou a capacidade. A classificação foi feita de acordo com um procedimento de teste utilizado até ao momento e que mudará a partir de março de 2021. Assim sendo, é possível que o teu frigorífico A+++ atual só obtenha B, C ou mesmo D após o novo procedimento de teste. Isto não significa que o teu aparelho passará a ser ineficiente em termos de energia, mas sim que muda a forma de avaliação.

Esta é a etiqueta energética até Março de 2021

Nas etiquetas atuais, além da classe de eficiência energética de A+++ a D, dependendo da classe do aparelho, encontras informações adicionais sobre o consumo de energia, o consumo de água, o ruído ou a capacidade. A classificação foi feita de acordo com um procedimento de teste utilizado até ao momento e que mudará a partir de março de 2021. Assim sendo, é possível que o teu frigorífico A+++ atual só obtenha B, C ou mesmo D após o novo procedimento de teste. Isto não significa que o teu aparelho passará a ser ineficiente em termos de energia, mas sim que muda a forma de avaliação.

Esta será a etiqueta energética a partir de Março de 2021

Foram feitas mudanças críticas no procedimento de teste para classificar os aparelhos. Os novos parâmetros são incluídos no cálculo, que são depois ponderados. Muita coisa mudou visualmente: para além do novo aspeto dos pictogramas, agora também encontrarás um código QR no canto superior direito que poderás ler com o teu smartphone na tua loja MediaMarkt e consultar, através da base de dados europeia de produtos para a etiquetagem energética (EPREL) todos os dados da etiqueta e do aparelho em questão.

Foram feitas mudanças críticas no procedimento de teste para classificar os aparelhos. Os novos parâmetros são incluídos no cálculo, que são depois ponderados. Muita coisa mudou visualmente: para além do novo aspeto dos pictogramas, agora também encontrarás um código QR no canto superior direito que poderás ler com o teu smartphone na tua loja MediaMarkt e consultar, através da base de dados europeia de produtos para a etiquetagem energética (EPREL) todos os dados da etiqueta e do aparelho em questão.

Esta será a etiqueta energética a partir de Março de 2021

As novas etiquetas energéticas para cada classe de aparelho

Etiqueta Energética para Máquinas de Lavar Roupa

O novo procedimento de teste para determinar a classe de eficiência energética de uma máquina de lavar roupa agora executa-se no programa "Eco 40-60". Este terá uma importância especial: as roupas com um grau normal de sujidade em algodão, linho ou misto são lavadas com o tambor um quarto cheio, meio cheio ou totalmente cheio. Em seguida, é calculado o consumo de energia para 100 ciclos de lavagem em vez do ano anterior. A emissão de ruído agora é atribuída a uma classe para além da especificação em decibéis.

Etiqueta Energética para Máquinas de Lavar e Secar Roupa

Esta etiqueta estará representada em duas partes. Uma vez que muitos consumidores só utilizam estas máquinas para lavar e não para o programa completo de lavagem e secagem, a informação é dividida em duas partes: à esquerda para o programa combinado que inclui a secagem e à direita apenas para o processo de lavagem. O novo procedimento de teste do programa "Eco 40–60" também se aplica aqui para tecidos com sujidade normal de algodão, linho ou fibras mistas que podem ser lavados a 40 ou 60 graus. O consumo de energia também é exibido em quilowatts-hora para cada 100 ciclos de lavagem e é exibida a nova classe de ruído.

Etiqueta Energética para Máquinas de Lavar Loiça

No caso das máquinas de lavar loiça, o programa de lavagem "Eco" é utilizado como antes para determinar a classe de eficiência energética. O teste padrão para determinar os valores exibidos mudou. Agora, por exemplo, é tido em conta o desempenho da lavagem e secagem com utensílios de plástico. O procedimento de teste também inclui dados sobre os resultados e a duração da limpeza e secagem. O consumo de energia é expresso em quilowatts-hora por cada 100 ciclos de limpeza. Também está incluída a nova classe de emissão de ruído.

Etiqueta Energética para Frigoríficos e Congeladores

Muitos novos parâmetros foram adicionados ao procedimento de teste para a nova etiqueta energética da UE: estes incluem o tipo de aparelho, a temperatura ambiente, o princípio funcional e o número e tamanho dos compartimentos de armazenamento. Ainda pode encontrar o consumo de energia na nova etiqueta em quilowatts-hora por ano.

Etiqueta Energética para Televisores, Monitores e Ecrãs de Sinalização

Muitos novos parâmetros foram adicionados ao procedimento de teste para a nova etiqueta energética da UE: estes incluem o tipo de aparelho, a temperatura ambiente, o princípio funcional e o número e tamanho dos compartimentos de armazenamento. Ainda pode encontrar o consumo de energia na nova etiqueta em quilowatts-hora por ano.

Etiqueta Energética para Lâmpadas e Fontes de Luz

Só a encontrarás a partir de setembro de 2021 na tua loja MediaMarkt e em mediamarkt.pt.

Ao calcular o consumo de energia de lâmpadas ou fontes de luz, a nova etiqueta energética da UE também inclui o consumo de energia de fontes de alimentação externas. Assim, não te surpreendas se uma lâmpada LED de 8 watts consumir 9 quilowatts-hora por cada 1000 horas de funcionamento. Devido à fonte de alimentação externa, os 8 watts são multiplicados por um fator de 1,10 (= 8,8 watts) e depois arredondados para o número inteiro seguinte. A etiqueta energética está disponível em dois tamanhos: normal e compacto.

Respondemos às perguntas mais importantes sobre a etiqueta energética da UE

- Quando se aplicam as novas etiquetas energéticas da UE?

Além das fontes de luz, todos os aparelhos devidos terão a nova etiqueta energética a partir de 1 de março de 2021. Durante quinze dias, poderás ver a etiqueta energética antiga e a nova juntas na tua MediaMarkt e em mediamarkt.pt. A partir de 18 de março só encontrarás a nova etiqueta energética da UE nos aparelhos. A atualização para as fontes de luz é significativamente mais longo: a nova etiqueta energética será introduzida a partir de 1 de setembro de 2021. Até 1 de março de 2023, a antiga e a nova etiqueta energética podem ser utilizadas em paralelo.

- Que classes de eficiência energética se aplicarão a partir de Março de 2021?

Só se aplicam as novas classes. As antigas A+++, A++, A+, A, B, C e D serão substituídas por uma nova escala de A a G. O princípio do semáforo continuará a dar-lhe uma boa primeira impressão da eficiência energética. Em teoria, a nova classe G corresponde à antiga classe D, etc. Na prática, contudo, isso não é verdade, pois os aparelhos são testados de forma completamente diferente devido a procedimentos de teste completamente novos. E um aparelho A+++ atual pode falhar e passar a pertencer à nova Classe D. As classes B e C, que na antiga etiqueta energética da UE tendem a representar um maior consumo de energia, identificarão aparelhos muito eficientes a partir de março de 2021.

- O que diz a classe de eficiência energética?

Para determinar a classe de eficiência energética, existem diferentes procedimentos de teste para cada classe de aparelhos baseados na utilização prática típica. Vários parâmetros são combinados para formar um índice de eficiência energética (IEE) que engloba muito mais do que o simples consumo de eletricidade.

No caso das máquinas de lavar roupa, os responsáveis pelos testes do IEE usam, por exemplo, o programa de lavagem "Eco 40–60" com roupa com sujidade normal em tecidos diferentes em três cenários: com um tambor um quarto cheio, meio cheio e totalmente cheio. O resultado é ponderado e, em seguida, é calculada a média de 100 lavagens. Também são tidos em consideração o consumo de água, a eficácia da lavagem e do enxaguamento, o efeito de centrifugação, a emissão de ruído e a duração do programa de lavagem. Alguns destes fatores também estão indicados em separado na etiqueta energética.

- Existe uma boa classe de eficiência energética de aplicação geral?

Com a nova etiqueta, a melhor classe de eficiência energética é, mais uma vez, o A simples sem sinal de mais. No entanto, para a alcançar, um aparelho deverá proporcionar um desempenho máximo e funcionar corretamente. Assim sendo, vai demorar algum tempo até encontrares um aparelho com a nova etiqueta Classe A. No entanto, as novas classes B e C representam aparelhos muito eficientes que, em comparação com as classes anteriores, estão ao mesmo nível ou até acima do padrão A+ (++).

- O meu aparelho A+++ corresponde à classe D em 2021. Devo substituí-lo?

Não, podes usá-lo até ao final da vida útil do aparelho. Não te confundas se o teu atual aparelho de alta eficiência de repente se tornar um alto consumidor de energia na etiqueta. Devido aos novos procedimentos de teste, é possível que simplesmente tenha falhado porque não respeitou alguns dos parâmetros exigidos. No entanto, geralmente é um aparelho recomendável e energeticamente eficiente. As novas classes são simplesmente muito mais rígidas.

Também não precisas de esperar até março de 2021 para comprar um novo eletrodoméstico. Um modelo A+++ atual continuará a ser eficiente no futuro. Se, ainda assim, pretendes fazer uma pesquisa extensa, poderás encontrar as novas classificações para o teu aparelho favorito na base de dados online da EPREL por volta do quarto trimestre de 2020.

- Que aparelhos receberão a nova etiqueta energética da UE?

Na realidade, tudo permanece igual: os aparelhos que hoje em dia têm uma etiqueta energética da UE antiga também terão uma no futuro, apenas com um aspeto ligeiramente diferente. Os seguintes grupos de aparelhos estarão equipados com a nova etiqueta energética da UE na MediaMarkt e em mediamarkt.pt:

  • Aparelhos de refrigeração, como frigoríficos e congeladores, incluindo aparelhos de armazenagem de vinhos;
  • Máquinas de lavar roupa e máquinas combinadas de lavar e secar roupa;
  • Máquinas de lavar loiça;
  • Ecrãs eletrónicos, incluindo televisores, monitores e ecrãs de sinalização digitais;
  • Fontes de luz (lâmpadas).
  •  

Scroll To Top